InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 "Mudanças"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Menina Cullen
i'll be your lover, too
avatar

Número de Mensagens : 266
Idade : 26
Localização : Amadora
Humor : Feliz

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Qui Abr 02, 2009 9:04 am

Hehe mto fixe!
Coitada da Sandra :S
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
rob
designer
avatar

Número de Mensagens : 277
Idade : 17
Localização : aveiro city.
Humor : eu? estou bem.

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Qui Abr 02, 2009 9:05 am

está giro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vanessa leto ^^
pattinson biggest fan
avatar

Número de Mensagens : 791
Idade : 22
Localização : in jared's mind ^^ i wish #)

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Qui Abr 02, 2009 11:40 am

ta giro, continua!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jibdias
pattinson biggest fan


Número de Mensagens : 614
Idade : 23
Localização : Coimbra

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Sex Abr 03, 2009 4:39 pm

Capítulo 5: o gelo inquebrável

Soube-me mesmo bem este sono. Estava tão cansada da noite passada…
Desço as escadas e vejo o meu pai na sala de jantar a almoçar sozinho.
-Pai, a mãe ainda não chegou?
-Não. Sabes onde ela foi?
-Não faço a mínima ideia.
-És servida?
-Não, obrigada. Vou tomar banho e depois quero ir dar um passeio pelo jardim público.
-Tudo bem, então. Vai lá!

(no jardim público)
Sentei-me num banco em frente ao lago. Era hora de pensar…
Como irei eu fazer? Por um lado queria ficar ao lado de Peter para sempre, mas por outro não queria sofrer com dores. E depois aquela hipótese de me alimentar… Como irei eu fazer? Eu não quero sair daqui, mas também não quero matar nem animais nem humanos. O melhor era eu esperar. Ele parou de crescer aos 17 anos. Eu ainda só tenho 16 e não me importo de ser mais velha que ele.
Está decidido! Por enquanto fico humana. Daqui a uns anos logo se vê. Eu sempre posso dizer à minha família e amigos que vou estudar para fora de Portugal.
Oh boa. Começou a chover. Parece que já é normal chover aqui todos os dias. Deve ser do aquecimento global.
Começo a andar em direcção a casa. Chego à estrada principal e vejo um carro já conhecido. O do Peter.
-Olá, Carolina. A Sophie disse-me que já tinhas uma resposta. Queres entrar?
-Sim.
Entrei no carro. Cheirava maravilhosamente bem lá dentro. Aquele perfume deixava-me um pouco tonta, mas pelo bom sentido.
Ele só se ria. Aquele sorriso é fantástico!
-Bem, qual é a tua resposta?
-Já deves sabê-la, não?
-Por acaso não. A Sophie não me contou e eu não estou interessado em ler a resposta na tua mente. Quero ouvi-la da tua boca.
-OK! Bem…, eu acho que o melhor é ficar humana.
-Tudo bem, vamos esperar. Eu compreendo. Quero que saibas que eu te apoio sempre.
-Por favor. Para de esconder os teus pensamentos!
-É melhor não…
-Porquê?
-Não vais querer saber. É melhor levar-te a casa.
-Por favor, não me leves para casa.
-Porquê?
-Não quero ver ninguém humano neste momento.
Novamente com aquele sorriso na cara. É bom que ele me ache engraçada. Ao menos alguém com humor.
-Não fiques assim…
-Não consigo resistir! Como pôde acontecer aquilo à Sandra? E a minha mãe estava tão mal. Eu nem sei porquê!
-E ela não está com intenções de te contar…
-Como? Tu sabes o que se passa? Por favor, diz-me!
-Com tempo tu vais descobrir.
-Pronto! Tudo bem. Eu prefiro ficar sozinha. Leva-me de volta ao parque, por favor.
-Carolina, não sejas assim! Eu vou levar-te a um sítio.
-Aonde?
-Já vês.
-Peter, és capaz de parar de me esconder os pensamentos de uma vez por todas?
-Desculpa, mas não posso – passou a sua mão pela minha cara. Até tremi, mas sabe tão bem…

(quando chegámos ao destino)
Saímos do carro. Estamos no cima da montanha. Daqui via a minha casa.
-O que estamos aqui a fazer?
-Queria que visses a vista aqui de cima.
-Oh, que querido – desta vez foi eu que lhe passei a mão na cara numa tentativa de sedução, mas, tal como no dia em que ele regressou, essa tentativa foi falhada – Por que é que…
-Tu sabes porquê!
-Não tem de ser assim. Eu amo-te e sei que tu me amas também. Ao menos isso tu não me escondes.
-Não há motivo para o esconder. Eu amo-te mais do que tu me amas. Foi por ti que eu voltei e que ignorei a minha família. Sabes, eles eram contra eu me aproximar de ti.
-Pois, eu já sei que a Sophie nos apoia, mas nunca percebi o Jack…
-Ele não sabe bem como agir. Acho que ele está a tentar ser neutro nesta história. Os nossos pais são contra, mas a nossa irmã está a favor. Ele tem um carinho muito especial pela Sophie, porque foi ela quem o encontrou na Noruega. Infelizmente esse carinho não chega a amor.
-Por que é que dizes isso?
-Todos os vampiros precisam de um companheiro. Infelizmente eles não têm ninguém. Nem eu tinha até tu apareceres.
-É muito triste estar sozinho quando se é um vampiro?
-Ao principio não, mas passado alguns anos começa a ser monótono.
-Eles já foram transformados à muito tempo?
-O Jack só foi à 63 anos, mas Sophie já à 237.
-Ela esteve sempre sozinha?
-Não. Ao princípio ela tinha como companheiro o seu criador, mas passado 49 anos depois ele foi morto.
-Desde a morte dele que ela está sozinha?
-Sim.
-Coitada!
-Sim, mas não falemos dela.
-Porque não?
-Porque quero que venhas comigo.
-Aonde?
-Já vês.
Pegou-me na mão e começamos a caminhar. Estava a chover mais forte do que à bocado, mas mesmo assim andávamos sem guarda-chuva.

(alguns minutos depois)
-Chegámos!
Já vivo aqui há tanto tempo e nunca conheci este sítio. É lindo! É uma clareira enorme com um pequeno lago no centro. O chão é coberto de relva e algumas flores espalhadas aparentemente ao acaso.
Atravessamos a clareira ainda de mãos dadas e sentámo-nos num tronco caído. Ele virou-se para mim e pegou na minha cara com as duas mãos. A sua mente continuava impenetrável, por isso não sabia o que ele estava a pensar.
De repente largou-me, ele parecia indeciso. Será que ele finalmente quer dar um passo em frente?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
madison
moderador
avatar

Número de Mensagens : 38
Idade : 25
Localização : Forks

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Sex Abr 03, 2009 7:11 pm

continua : )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vanessa leto ^^
pattinson biggest fan
avatar

Número de Mensagens : 791
Idade : 22
Localização : in jared's mind ^^ i wish #)

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Sab Abr 04, 2009 4:13 am

continua!!! ta giro!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Menina Cullen
i'll be your lover, too
avatar

Número de Mensagens : 266
Idade : 26
Localização : Amadora
Humor : Feliz

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Sab Abr 04, 2009 4:52 am

Eheh! =D
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jibdias
pattinson biggest fan


Número de Mensagens : 614
Idade : 23
Localização : Coimbra

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Sab Abr 04, 2009 12:02 pm

capítulo 6 - no funeral

Ficou alguns momentos parado. Momentos esses que parecem eternos. Ele deve estar numa batalha interna, mas porque?
-Está tudo bem?
-Desculpa, sim está tudo bem. Então, gostas deste lugar?
-É muito giro. Parece um daqueles sítios tirados dos contos de fadas.
-Pois parece, mas não é. Este lugar foi onde os meus pais se conheceram.
-Eles conheceram-se aqui? Mas vocês não são da América?
-Nem por isso. Nós de tempos a tempos mudamo-nos. Eu nasci na Grécia.
-Tu nunca me contas coisas sobre ti. Por favor, eu quero conhecer-te melhor.
-Tudo bem… Eu fui transformado à 153 anos quando tinha 17 anos. Nessa altura eu estava na Inglaterra a ajudar o meu pai. Nessa noite fui ter com uns amigos de infância a um bar nocturno em Londres. Quando saí do bar despedi-me deles e fui para casa sozinho a pé. Já conhecia uns atalhos directos ao hotel onde estávamos hospedados que me poupavam 15 minutos. Já era tarde e eu decidi ir por aí. Os atalhos consistiam em rua estreitas e com pouca iluminação. Estava mais ou menos a meio do caminho quando senti que estava a ser seguido. Acelerei o passo para não haver chatices àquela hora da noite. De repente algo cai à minha frente. Olhei bem e vi que era um rapaz jovem. Tentei falar calmamente para ele, mas apareceu um outro atrás de mim. Eles começaram a falar um com o outro. Eu estava tão mal que não me lembro muito bem o que eles diziam, mas percebi que eles estavam a discutir algo sobre mim. Depois o primeiro rapaz disse que aquele era o meu dia de sorte que me podia dar a vida eterna, mas eu tinha de sofrer um pouco antes. O segundo atirou-me contra a parede e mordeu-me o pescoço. Nos três primeiros dias a cabeça parecia fogo a arder e não conseguia mexer o corpo.
Ele não estava muito à-vontade para falar naquele assunto, via-se pela sua cara. Custa-me vê-lo assim.
-Nunca tiveste uma companheira?
-Não.
Gosto dessa ideia. Eu sou a primeira que ele ama em 153 anos. Fico feliz em saber. Ele deve ter reparado e começou-se a rir.
-E tu? Também sou o primeiro?
-Nunca amei ninguém como te amo, mas já tive um namorado. Tinha eu 13 anos, ainda era nova. Ainda hoje penso se gostava mesmo dele ou se só o achava bonito. Coitado, foi o único com sorte. Eu não gosto muito de namoros, até que aquele namoro só durou 1 mês.
É estranho me lembrar do João. Era um ano mais velho. Foi o meu único namoro e tinha sido um desastre. Acabámos porque ele estava com ciúmes de um colega de turma que tinha ficado comigo para fazer um trabalho de grupo para ciências e ele passou uma tarde inteira em minha casa. O João pelo mês que passámos juntos deu para perceber que era obsessivo. Apesar de tudo ele era muito giro. Na altura as raparigas invejavam-me, mas eu nem ligava.
-Esquece o passado e volta ao presente.
Ele está incomodado, mas eu percebo a situação dele. Ele não me podia tocar e beijar como os outros rapazes. Isso fá-lo infeliz. Por esse motivo e por outros ele gostava que eu me tornasse um deles. Seria muito mais fácil, mas eu ainda não estou preparada.
-Já é muito tarde. Levo-te a casa?
-Não, espera. Quero-te perguntar uma coisa.
-Diz.
-Promete-me antes que me vais contar a verdade.
-Se a resposta tiver ao meu alcance porque haveria eu de te mentir?
-Para me protegeres ou porque achas melhor eu não saber…
-Pergunta e depois se vê.
-O que estavas a pensar quando chegámos cá e me pegas-te na cara?
-Hum… já não me lembro.
-Mentes! Diz-me a verdade. O que é que isso tem de mal?
-Se souberes vais começar a fazer coisas que eu não gosto.
-Por favor, eu prometo que não faço nada!
-É melhor levar-te para casa. Vamos!

(em casa)
-Olá, pai! A mãe já chegou?
-Sim. Ela está no jardim. Ela anda muito estranha. Sabes o que se passa?
-Não. Ela ficou estranha desde que lhe contei o que aconteceu aos pais da Sandra… Eu vou falar com ela!
Saí para a rua e via ao pé da piscina.
-Está tudo bem, mãe? Andas estranha.
-Apenas fiquei triste ao que aconteceu aos pais da tua amiga.
-Pois, ninguém estava à espera… Conhecia-os?
-Mais ou menos. Andámos na mesma escola primária, mas nunca falámos muito.
-Então não fiques tão triste.
-Está bem, filhota. Quando é que é o funeral da mãe dela?
-Amanhã no final das aulas.
-Está bem.
-Vou comer qualquer coisa e vou dormir.
-Então dorme bem.
-Até a manhã.

(no dia seguinte)
Acordei com a campainha a tocar. Levantei-me e vesti-me.
Desci para o pequeno-almoço e vejo a Sandra na sala.
-Olá, amiga. Estás aqui?
-Sim. Precisava de companhia. Estou farta de estar sozinha. Não consigo parar de pensar naquilo que aconteceu.
-Não penses mais nisso. Na escola quero ver-te forte, está bem?
-Está bem.

(no final das aulas)
Durante as aulas o Peter ficava ao pé de mim. A Sandra não reparou na troca de olhares durante todo o dia e isso era bom. Ela não pode desconfiar que se passa alguma coisa entre mim e os novos alunos.
Acabaram as aulas e chegou a hora do funeral. A Sandra e a irmã estavam a chorar muito. Os meus pais também vieram.

(no final do funeral)
O meu telefone tocou e eu atendi.
-Olá, Peter!
-Olá! Queres vir ter comigo?
-Claro. Já estou com saudades tuas. Onde estás?
-Quero que vás para casa. Estarei lá à tua espera.
-Em minha casa? Porque? Os meus pais vão te ver.
-Não te preocupes. Eu serei discreto. Não demores, eu sei que o funeral já acabou.
-Ok! Até já.
-Até já.
Desliguei o telefone e fui ter com a Sandra.
-Vou ter de ir embora, amiga. Ficas bem?
-Sim. Obrigada por tudo.
-De nada. Sabes que sempre que precisares estarei aqui para te ouvir.
-Eu também.
-Eu sei. Adeus.
-Adeus.
Fui ter com o meu pai e com a minha mãe para lhes dizer que estava na hora de irmos para casa.
-Eu tenho coisas a fazer, podemos ir embora para casa?
-Claro que sim, querida.
-Vocês vão indo. Eu fico.
-Porquê, mãe?
-Quero falar com uma amiga de infância que já não falo à muito tempo.
Aquilo era muito estranho. O Peter tinha de me contar o que se passava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vanessa leto ^^
pattinson biggest fan
avatar

Número de Mensagens : 791
Idade : 22
Localização : in jared's mind ^^ i wish #)

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Sab Abr 04, 2009 12:14 pm

tao giro!!! posta depressa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jibdias
pattinson biggest fan


Número de Mensagens : 614
Idade : 23
Localização : Coimbra

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Sab Abr 04, 2009 6:23 pm

capitulo 7 - o segredo da minha mãe

Cheguei a casa com o meu pai e reparei que o Peter ainda não tinha chegado.
-Pai eu agora vou ter de sair. Vou ficar cá fora à espera de uma pessoa.
-Vais sair agora?
-Sim. Porquê? Não me vais dizer que estás-me a proibir…
-Claro que não. Sabes bem que sempre te dei liberdade. Não era agora que te ia prender em casa. Só fiquei admirado. A Sandra ficou no cemitério e já é tarde.
-Eu sei, mas os meus amigos não se resumam só à Sandra.
-Tens razão. Não vais jantar, pois não?
-Não e nem esperes por mim.
-Mas vens dormir a casa, certo?
-Certo, mas estou a pensar em chegar tarde.
-Está bem. Então até amanhã.
-Até amanhã.
Ele entra para dentro e vejo logo o Peter.
Ele pára perto de mim e abre a porta. Eu entro.
-Olá! Estava com saudades tuas.
-Eu também, amor – era a primeira vez que eu tratava alguém por amor. É estranho para mim dizer essa palavra, mas para ele não havia de ter vergonha. Ele é o meu grande amor.
Ele deu aquele sorriso magnífico que eu tanto adoro.
-Vamos aonde desta vez?
-Vamos ao mesmo sítio de ontem à noite. A menos que tenhas outra ideia.
-Não. Está perfeito. Por favor, eu preciso que me contes o que se passa com a minha mãe. Eu estou a desesperar. Não é normal ela sair de casa sem dizer nada a ninguém e ficar sozinha no cemitério depois do funeral da mãe da Sandra e dizer que ia falar com uma amiga de infância.
-Eu não te posso contar.
Neste momento o telefone dele toca e ele atende.
-Sim? ........... Porquê? .................. Está bem, eu conto-lhe!
-Quem era?
-Era a Sophie?
-Ela quer que tu me contes, não é?
-Sim.
-Então de que estás à espera?
-Prepara-te que não vai ser agradável.
-Eu já estou preparada.
-Ok! Tu é que sabes… A tua mãe era amante do pai da Sandra. Eles amavam-se muito por isso queriam contar aos seus cônjuges. Infelizmente um dia depois da decisão tomada ele tem um grave acidente, como tu sabes. A tua mãe está agora indecisa se há-de contar a verdade mesmo estando ele em coma correndo o risco de ficar sem ninguém ou se há-de calar-se e esperar que ele acorde.
-Isso é verdade? Não posso querer. Por isso é que ela saiu de casa sem avisar para onde ia. Ela ia visitar o seu amante. Como é que isto pode ser?
-É verdade. Não fiques triste, por favor.
-É impossível não ficar triste. A minha mãe? Nunca imaginei. O que irei eu fazer.
-Não fazes nada.
-Não, eu tenho de falar com ela.
-Não! Estás doida? Como irás explicar como descobriste?
-Ainda não sei. Tenho de arranjar uma maneira.
-Eu não sei como irás fazer isso, mas tu é que sabes!
-Não te importas de irmos ao hospital? Eu quero ver se ela está lá.
-Não.

(no hospital)
A fila estava enorme, mas rapidamente fomos atendidos pela recepcionista.
-Viemos visitar o senhor Raul Martins. Podemos subir.
-Espere um momento se faz favor.

-Só pode subir uma pessoa.
-Porquê?
-Só pode subir duas pessoas de cada vez e já lá está uma.
-Está bem. Muito obrigada.
Deu-nos o cartão de visitas e saímos daquela confusão.
-Podes subir tu, Peter? Não quero que a minha mãe me veja.
-Tudo bem. Como queiras. Senta-te aqui que eu já venho.

(quando o Peter voltou)
-Foste rápido.
-Não foi preciso me aproximar muito para saber quem era.
-E então?
-Era ela…
-Como é que ela estava?
-Estava triste e a chorar.
Não consegui conter as lágrimas e elas correram pela cara a baixo.
Peter limpo-as com um dedo e disse: - anda, vamos sair daqui!
Saímos do hospital e entrámos no carro dele.
-Vamos para onde?
-Vou levar-te a casa.
-Não! Eu não quero estar sozinha com o meu pai! Ainda me descaiu.
-Então queres ir para onde?
-Não sei… Não me querias levar outra vez à clareira?
-Sim, pode ser…
Pelo caminho não parei de pensar na minha mãe. Eu tenho de arranjar uma forma de a apanhar…
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vanessa leto ^^
pattinson biggest fan
avatar

Número de Mensagens : 791
Idade : 22
Localização : in jared's mind ^^ i wish #)

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Dom Abr 05, 2009 11:55 am

coitada da rapariga!!! (eu sei k sensação é exa, mas pior)

continua!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
asms!
stray dog
avatar

Número de Mensagens : 117
Idade : 23
Localização : Portugal / Lisboa

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Sab Set 12, 2009 1:51 pm

ola!
bem.. so agora tive tempo pa ler e sinceramente adorei!!

a serio se puderes tens de continuar..

beijos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
marianac
stray dog
avatar

Número de Mensagens : 135
Idade : 20
Localização : leiria

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Sab Jan 09, 2010 3:11 pm

contiua...eu tou a adorar!pensava que ja tinha comentado mas afinal nao!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.fanfictionpt.forumeiro.com
Menina Cullen
i'll be your lover, too
avatar

Número de Mensagens : 266
Idade : 26
Localização : Amadora
Humor : Feliz

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Qui Jan 14, 2010 7:23 am

Olha é assim .. eu vou dar-te um puxao de orelhas! XD leste bem??? QERO QE CONTINUES IMEDIATAMENTE!!!!! uma historia destas nao pode acabar assim! Pff! Tu continua-me siim? =)

Beijnhos!


JA TE DISSE QE ADORO A PERSONAGEM PRINCIPAL?? hehe tem o meu nome *.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
marianac
stray dog
avatar

Número de Mensagens : 135
Idade : 20
Localização : leiria

MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   Qui Jan 14, 2010 3:06 pm

lollllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.fanfictionpt.forumeiro.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: "Mudanças"   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
"Mudanças"
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» SALVATION666 (Ger) "Anima Pestifera" CD at pressing plant
» Vertigo Steps - "surface / light" sai em Abril pela ESW, EP "sublight" em Março; teaser online!
» Albuns "non-Metal" do ano
» Stormwarrior - "Heathen Warrior" (2011)
» Arch Enemy - "Khaos Legions" (2011)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Robert Pattinson Portuguese Fórum :: Fans Space :: Fan Fics-
Ir para: